Giro Ipiaú

Não é só no São João: por dia, 21 pessoas são internadas na Bahia por queimaduras

Foto: Arquivo CORREIO

O São João ainda nem tinha começado oficialmente, mas os fogos de artifício já têm feito vítimas de queimaduras no estado. Foi dentro de uma casa no bairro de Lauro Passos, em Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, que uma explosão deixou Simônidas de Castro França Júnior, 34 anos, em estado grave, na tarde da última quarta-feira (19). Segundo a polícia, ali funcionava uma fábrica clandestinas de ‘espadas’ – explosivos que, hoje, são proibidos em todo o estado. Simônidas, em estado grave, foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), na noite desta quinta-feira (20), onde segue internado e custodiado.

De fato, no mês de junho, os casos de queimaduras por fogos de artifício disparam. No ano passado, aumentaram 200%, em comparação a maio – saltaram de cinco para 15. Em 2017, o pico foi ainda maior: saiu de quatro casos em maio daquele ano para 24, o que representa um crescimento de 500%. Mas a verdade é que as queimaduras são um problema que vai muito além dos tradicionais fogos de junho. De janeiro até abril deste ano, 2.553 pessoas foram internadas, em todo o estado, por queimaduras provocadas por diferentes substâncias, de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Isso significa dizer que, por dia, 21 pessoas são internadas por queimaduras. Leia mais no CORREIO


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up