Giro Ipiaú

Filho matou pais porque eles não aceitavam relacionamento, diz polícia

Caso ocorreu em Camaçari.

As mortes do policial militar da reserva Rinaldo César Bezerra, 62 anos, e de sua esposa, Raimunda da Conceição Souza, 45, assassinados a golpes de facão, na tarde desta segunda-feira (1º), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, já têm uma possível motivação. As investigações da Polícia Civil dão conta de que o casal foi morto pelo próprio filho, Marcos Vitor Bezerra, 22, porque não aceitava o relacionamento do jovem com uma mulher, de identidade não informada. Em entrevista ao CORREIO, na noite desta quarta-feira (3), a titular da 26ª Delegacia (Vila de Abrantes), delegada Danielle Monteiro, responsável pelas investigações, afirmou que Marcos negou a autoria do crime.

O jovem foi preso em flagrante por agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na noite do dia em que cometeu o crime, após dar entrada no Hospital Geral do Estado (HGE), para onde foi socorrido após ser espancado por moradores da Chapada do Rio Vermelho. A informação da polícia é que ele teria fugido para o local após cometer o crime, mas, ao chegar, acabou reconhecido pela população. Leia mais no CORREIO


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up