Giro Ipiaú

Ipiaú: Morre o comerciante Paulo Mendes após complicações da covid-19

Paulo Mendes ao lado  da sua esposa Vandinha.

Filho de Manoel Mendes e dona Cininha (Iacina Cunha Andrade), marido da professora Vandinha, figura marcante na Rua Dois de Julho, coração do comércio de Ipiaú, Paulo Fernando Cunha Andrade, 75 anos, mais conhecido como “Paulo Mendes” ficará presente em nossa memória.

Ele faleceu às 18h50 dessa sexta-feira (26/03/21) na UTI do Hospital Cardio Pulmonar, em Ondina, em Salvador, onde estava internado há 25 dias. Foi mais uma vítima da Covid-19. Deixou três filhos (Ana Paula, Paulo Junior e Fernanda) que lhes deram seis netos e muitas alegrias. O sepultamento será no cemitério Jardim da Saudade, às 11 horas deste sábado.

Seu casamento com Vandinha (Vanda Valda Ribeiro, filha caçula de seu Dário e dona Cecilia) durou 51 anos e foi uma verdadeira referência para todos em volta. “União de amor e de um profundo companheirismo”, conforme definiu Simone Manta, parente do casal. Vandinha carinhosamente o chamava de “Pila”.

Solidário, íntegro, cheio de valores, gostava de lembrar os bons momentos ipiauenses: aulas no Ginásio de Rio Novo, festas no RNTC, babas nos areões do rio de Contas, gente que fez a cidade crescer. Foi funcionário do Banco do Brasil, sócio fundador do Clube Náutico Rio das Contas e torcedor fervoroso do Bahia.

Dos sete filhos de Manoel Mendes e dona Cininha, Paulo foi o único que preferiu ficar em Ipiaú. Permaneceu na mesma casa onde nasceu e foi criado. Nos cômodos da frente do imóvel, construído por Manoel Mendes, na Rua Dois de julho, instalou uma franquia dos Correios e a loja “Nana Presentes”, sendo que esta continua em atividade.

Nos anos 70/80 Paulo esteve à frente da Casa Mendes, famosa loja de ferragens fundada pelo seu pai. Nesse período foi procurador do milionário e analfabeto fazendeiro João Tibúrcio. Assinava todos os documentos que o mesmo necessitava nas suas transações empresariais. Fazia compras, pagamentos, depósitos bancários e outros procedimentos, com a maior honestidade, honrando a confiança que lhe foi depositada.

Hoje Ipiaú se despede de Paulo Mendes. Ficam muitas lembranças, grande saudade e a certeza de que ele cumpriu a missão de um homem de bem. *Giro/José Américo Castro


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up