Giro Ipiaú

Após áudio vazado, Picolé pede desculpas à família e aos colegas da Câmara

Foto: Giro Ipiaú/Edir Pires

Aconteceu na sessão ordinária que a Câmara Municipal de Ipiaú realizou na noite de quinta-feira (10), mais um desdobramento da polêmica causada pelo vazamento de um áudio onde dois políticos do DEM dizem da intenção de promover uma “rachadinha” no âmbito desta casa legislativa. Dessa vez o protagonista da conversa, vereador Milton Costa Cruz, o popular “Picolé”, aproveitou o espaço do “Grande Expediente”, para apresentar publicamente seu pedido de desculpas pelo pensamento vacilado que impulsionou as palavras de igual teor. A coisa ganhou proporções de novela mexicana.

De cabeça baixa, derretendo em lagrimas, “Picolé” pediu desculpas à sua família, aos colegas vereadores e à população ipiauense por ter se metido em tamanha trapalhada e assegurou que na atual legislatura da Câmara não existe corrupção. Foi um breve pronunciamento diante dos olhares atentos de uma plateia que assistiu o plenário aprovar por unanimidade as contas da Prefeitura, referentes ao exercício administrativo do ano 2018 sob a responsabilidade da prefeita Maria das Graças. “”Em primeiro lugar quero pedir desculpas a minha família (…), quero pedir desculpas também a todos os meus colegas e dizer que nessa Câmara não existe nada de corrupção”. Disse o edil em seu pronunciamento.

Após a fala de “Picolé”, o vereador Cleber Gadita -PDT- disse que espera a apuração dos fatos pelo Ministério Público e caso sejam apontados culpados que estes sejam punidos. Por sua vez o Presidente da Câmara, vereador Robson Moreira -PP- desafiou qualquer pessoa a lhe apontar qual funcionário da casa divide seu salário com algum vereador. E acrescentou: “Se alguém me apresentar uma prova concreta ou alguma testemunha do suposto ato ilícito, iremos apurar a fundo”.

Numa evidência de que há distância entre intenção e gesto, Robson destacou que “Picolé”, já reconheceu a infelicidade da fala onde citava que supostamente alguém seria nomeado para um cargo na Câmara. “Na fala ele disse: – Ela vai estrear dia 30-. Acontece que ela, a pessoa a quem o vereador se refere no áudio, não estreou e nem vai estrear”. Concluiu o Presidente da Câmara. (José Américo Castro).

Clique aqui e veja a sessão da Câmara


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up