Giro Ipiaú

Casos de malária sobem para 52 em Itabela

Foto: Reprodução

Mais dez casos de malária foram registrados em Itabela, na Costa do Descobrimento. Segundo informe desta sexta-feira (16) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) já são 52 casos de malária: 51 em Itabela e 1 em Porto Seguro. O primeiro registro ocorreu no Assentamento Margarida Alves, em Itabela (lembre aqui). Uma mulher vinda do Amazonas foi identificada com a doença. A malária é causada por protozoários do gênero Plasmodium e transmitida por picada de mosquitos Anopheles.

Entre as medidas de contenção, a Sesab informou que enviou técnicos da Vigilância Epidemiológica estadual. O grupo deve fazer pesquisa do vetor e treinar equipes locais para o atendimento de pacientes bem como identificação de área de risco.

A pasta também informou que encaminhou também mosquiteiros com inseticidas, sendo 120 do tipo solteiro e 200, do formato casal. “Está sendo realizado investigação para identificação do caso índice e da possível associação com deslocamento e viagem”, completa em nota a secretaria.

Desde 2018, a Bahia não registrava casos de malária. Naquele ano foram 77 casos encontrados no município de Wenceslau Guimarães, no Baixo Sul do estado. Os sintomas da malária se manifestam com febre, calafrios, tremores, suor intenso e dores.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up