Giro Ipiaú

Médico suspeito de matar colega de profissão tem prisão preventiva decretada em Feira de Santana

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

O médico Geraldo Freitas Junior, que confessou ter matado o colega de profissão, o acreano Andrade Lopes Santana, de 32 anos, na Bahia, teve a prisão preventiva decretada nesta nesta terça-feira (27). A informação foi confirmada pelo coordenador regional de polícia de Feira de Santana, delegado Roberto Leal, responsável pelas investigações do caso. Ao G1, o delegado Roberto Leal informou que a motivação do crime ainda não foi esclarecida. No entanto, há provas suficientes que apontam que o crime foi cometido por Geraldo Freitas Junior.

“Nós estamos aguardando alguns resultados de periciais, mas até o momento não temos a motivação do crime”, contou o delegado Roberto Leal. No dia 7 de julho, a polícia informou que as investigações apontaram que o suspeito agiu sozinho. O prazo para conclusão do inquérito era até o dia 25 de julho.

No dia 28 de junho, completou um mês que o corpo de Andrade Santana foi encontrado no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos, preso a uma âncora. A polícia já tem algumas linhas de possíveis motivações para o crime. Entretanto, elas não foram reveladas para não atrapalhar o seguimento das investigações. Leia mais no G1


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up