Giro Ipiaú

Mais um cigano é morto em ação policial na zona rural de Anagé

Foto: Divulgação

Mais um cigano envolvido na morte de dois policiais em Vitória da Conquista, morreu em uma nova ação policial na zona rural de Anagé, sudoeste do estado. Conforme as informações, Lindomar Cigano estava armado e teria sido denunciado por invadir casas na localidade de Lagoa Grande, zona rural de Anagé. O homem, que estava com um revólver calibre 38, munições e uma faca do tipo peixeira, acabou cercado por equipes da Cipe Central e da 79a CIPM. Na tentativa de prisão houve confronto e o cigano acabou ferido. Ele foi socorrido, mas não resistiu.

Ciganos mortos em tiroteios contra a PM.

É o quarto cigano morto em confronto com policiais militares em Anagé essa semana. Na tarde da última quarta-feira (28), os irmãos Diogo Silva Matos, 34, Solon da Silva Matos, 21, e Bruno da Silva Matos, 30, foram mortos em confronto (ver matéria). Lindomar conseguiu escapar do cerco policial na ocasião. Com o trio foi encontrada a pistola do tenente Luciano Libarino. Desde a morte dos policiais, sete ciganos foram mortos em tiroteios ocorridos em Vitória da Conquista (1), Itiruçu (2), e Anagé (4).

Morte dos PMs

Os dois policiais foram mortos por um grupo de ciganos na manhã do dia 13 de julho, no distrito de José Gonçalves, município de Vitória da Conquista. O tenente Luciano Libarino Neves, de 34 anos, e o soldado Robson Brito de Matos, de 30 anos, estavam a paisana realizando um levantamento de crimes de roubos ocorridos naquela região, quando foram surpreendidos e executados a tiros pelos criminosos que fugiram em seguida.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up