Giro Ipiaú

Turismo baiano deve dar um salto no segundo semestre

Porto Seguro entre os principais destinos.

O Turismo começa a visualizar os primeiros sinais positivos no horizonte após um ano e meio de uma crise que parecia não ter fim. Desde o início da crise de saúde, o setor, um dos mais afetados, acumulou um prejuízo de R$ 377 milhões, de acordo com estimativas da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Aqui na Bahia, os números do IBGE indicam uma retração de 47% entre março e dezembro do ano passado. No entanto, dados recentes mostram que a situação está mudando e que as viagens podem ser protagonistas na recuperação econômica do estado.

A Braztoa, entidade nacional representa as operadoras de Turismo, mostra em seu boletim mensal com dados captados dos seus associados, que Salvador, Praia do Forte e Porto Seguro entre os principais destinos domésticos vendidos para o segundo semestre deste ano e as férias de janeiro.

E não se trata apenas de pesquisa, mas de vendas efetivadas – ou seja, turistas que planejam vir ao estado no futuro próximo. O dado de atividade turística do IBGE comprova o bom momento. De janeiro a maio deste ano, por exemplo, o setor cresceu 4,2%, enquanto a média nacional foi negativa em 5,6%. *As informações são do jornalista Donaldson Gomes/ CORREIO


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up