Giro Ipiaú

Vereadora Andreia propõe homenagear Zé Di Assis com nome de uma praça em Ipiaú

Foto: Arquivo Familiar

Na Ordem do Dia da sessão ordinária que a Câmara Municipal de Ipiaú realiza na noite desta quinta-feira, 19, consta o Projeto de Lei 011/2021, da autoria da vereadora Andreia Novaes -PP- que propõe uma homenagem do município ao musico Zé Di Assis, falecido no dia 10 de junho deste ano. A proposição da vereadora Andreia Novaes-PP- sugere que a a praça localizada no início da Rua da Granja receba o nome do saudoso artista.

Andreia Novaes acredita que a matéria em tramitação será aprovada pela unanimidade dos membros da casa legislativa. ”Estou propondo para essa praça a denominação de Zé Di Assis, por entender que trata-se de uma justa a um artista que deixou um legado de muita cultura e amor por esta terra. Ele escreveu sua história em páginas musicais recheadas do mais autêntico reggae regional”, justificou a autora do projeto.

Foto: Arquivo Familiar

José Souza de Assis, o popular Zé de Assis, foi o precursor e difusor desse ritmo jamaicano no Território de Identidade do Médio Rio das Contas e fez da arte a principal bandeira da sua existência. Ele tinha 68 anos e foi vítima de complicações decorrente da Covid-19. Era casado com dona Maria Isabel e deixou seis filhos, além de uma extensa obra, constituída por dezenas de composições.

No auge da sua trajetória artística fundou a Banda Roots Lion, da qual participavam dois dos seus filhos, o guitarrista Clodoaldo Di Assis e a vocalista Vanessa Di Assis. Gravou quatro discos (CDs), realizou inúmeros espetáculos, promoveu apresentações dos melhores representantes do reggae baiano para o público ipiauense, a exemplo de Edson Gomes e a banda Cão de Raça, fez o que pode para que Ipiaú se convertesse num dos principais centros culturais do interior do estado.

Além de artista, Zé Di Assis era um competente profissional no ramo da representação comercial. Por muitos anos viajou pela Bahia vendendo em atacado uma das mais concorridas marcas de sabão. Nesse período morou em Feira de Santana, onde recebeu influência dos regueiros locais e também deixou seu nome na história do lugar. Bom contador de história, bom cidadão, Zé Di Assis chegou a concorrer a uma vaga para esta Câmara de Vereadores, participando assim, de forma mais ativa, da política municipal. (José Américo Castro).


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up