Giro Ipiaú

Artigo: Os “Donos do Mundo”

* Rama Amaral

O mundo dos “donos do mundo” é como uma roda gigante, que quebra nas suas jornadas por não suportar os excessos, precisando de reparos ao longo do tempo. Mas, infelizmente, na maioria das vezes que ela quebra, há vítimas fatais em consequências dos acidentes.

No mundo dos “donos do mundo” nada surpreende quem desconfia do acaso, pois há sempre uma data especial para os acontecimentos de seus propósitos, onde eles fazem alguns ajustes, só que infelizmente, neste caso, são milhares de vítimas de seres humanos e de tantos outros seres vivos, inclusive a terra com seus recursos naturais, que são dizimados impiedosamente! E eles ainda dizem que tudo acontece por uma boa causa.

Diante disso, fazem uso de todos os meios que dispõem, seja da diplomacia, diálogo, guerra fria; seja por meio do uso da inteligência, espionagem, sabotagem, fome, pandemia… ou ainda através das forças armadas impondo ocupação, violência, tortura, estupro, saques, guerra…

É a ordem pelo caos, estratégias nefastas aos contos maquiavélicos dos bons moços em nome da cura e de Deus! E assim celebram uma falsa paz, onde heróis transtornados são condecorados por governos comprometidos e nefastos, liderados por governantes coagidos, às vezes, inescrupulosos, apoiados por falsos profetas oportunistas.

Enfim, como o dono da roda gigante necessita desta funcionando para obter seu sustento, eles, os “donos do mundo”, absolutos no que fazem, também precisam continuar dominando o planeta para terem mais lucro e poder, mantendo astuciosamente a humanidade sob controle de seus planos indestrutíveis há milhares de anos.

*Rama Amaral é um poeta brasileiro da cidade Dário Meira, Bahia, autor do livro/ebook, O Rio e a Criança, editora Cia do ebook e está disponível no site da Amazon. Participa de vários grupos de poesia e de cultura brasileira, bem como de Portugal, Moçambique e Angola.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up