Giro Ipiaú

Ilhéus: Mulher presa por envenenar marido e três filhos queria ficar com casa da família

Fotos: Divulgação/PC

A mulher presa sob suspeita de tentar matar o companheiro e os três filhos por envenenamento, em Ilhéus, no sul da Bahia, cometeu o crime porque desejava se livrar das crianças e ficar com a casa da família para si, informou a Polícia Civil nesta quinta-feira (7). Tanto o marido quando as crianças sobreviveram.

Daniele Reis dos Santos, 37 anos, teve o mandado de prisão preventiva cumprido, nessa quarta-feira (6), na cidade paulista de Sumaré. A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara do Júri da Comarca de Ilhéus, onde ocorreu o crime.

“Quando o setor fez a prisão ontem, ela [Daniele] demonstrou estar surpresa, disse que não sabia que era procurada, mas não perguntou nada dos filhos. Em Sumaré, ela já estava em um segundo casamento”, contou a delegada Ivalda Aleixo, responsável pelo caso em SP;

Envenenando aos poucos

As investigações da Polícia Civil apontaram que durante o ano de 2012 a suspeita, com a intenção de matar as vítimas, ministrou pequenas quantidades de veneno na alimentação do companheiro e dos três filhos do casal. O homem chegou a ser internado em diferentes unidades de saúde, onde passou por exames para tentar diagnosticar a enfermidade.

Durante os internamentos, a mulher acompanhou a vítima e seguiu com a prática delituosa. “Ela envenenava a alimentação servida para o companheiro nos hospitais”, explicou o coordenador do Núcleo de Homicídios, acrescentando que ela chegou a obrigar um dos filhos a praticar o mesmo ato.

“A acusada começou um novo relacionamento quando o companheiro ainda estava internado e deixou de frequentar o hospital, momento em que o homem passou a apresentar melhoras no quadro clínico, levando os profissionais a suspeitarem de envenenamento, que se confirmou após realização do exame médico legal”, detalhou o delegado Helder Carvalhal de Almeida, do Núcleo de Homicídios de Ilhéus.

Ainda segundo ele, a prisão ocorreu após troca de informações com a Divisão de Capturas da Polícia Civil de São Paulo, responsável pela localização da suspeita. Conduzida para o 89º Distrito Policial da capital paulista, a mulher está à disposição da Justiça, aguardando seu recambiamento para a Bahia, onde responderá pelas quatro tentativas de homicídio.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up