Giro Ipiaú

‘Papai Noel Negro’ enfrenta temporal para entregar presentes às crianças em Ipiaú

Fotos: Reprodução

A forte e incessante chuva que marcou o período natalino em Ipiaú não impediu que Ivonilton, o Papai Noel Negro, cumprisse a sua missão de entregar presentes às crianças carentes do Bairro Novo. De botas impermeáveis, guarda-chuva, saco nas costas, ele enfrentou o lamaçal, transpôs valetas, subiu ladeiras escorregadias, superou outros obstáculos e chegou até os lares onde foi recebido com o brilho dos olhares e os sorrisos infantis. A realização de sonhos no Natal chuvoso de Ipiaú.

Vereador Ivonilton faz distribuição

Foram quase 200 presentes distribuídos, pais agradecidos, ternura em meio ao temporal. O ritual de espontânea generosidade se repete há nove anos, oito antes do agente de endemias Ivonilton Conceição de Oliveira, 42 anos, o popular “Ivonilton do Bairro Novo”, se eleger vereador pelo PP, com 684 votos.

A ideia de ser o primeiro Papai Noel Negro da cidade veio das lembranças dos tempos de criança quando sonhava com um brinquedo e passava o Natal em branco, sem presente e atenção, apenas o carinho que sua mãe dividia com outros 10 filhos num casebre onde faltava quase tudo, menos o amor e a esperança.

Todos os anos os meninos e meninas das ruas Matheus Wagner, Luis Penha, 13 de Maio e Esperança (Rua da Esperança) dentre outras do bairro, ficam na certeza de que a bondosa figura do Papai Noel Negro subirá as ladeiras, baterá nas portas e os deixará mais felizes. O presente vem de doações de amigos empresários, além de recursos próprios de Ivonilton.

Concluída a missão da entrega dos presentes nessa manhã chuvosa do dia 25 de dezembro, o Papai Noel Negro, voltou a ser o assistente social de todas as horas para a comunidade do bairro. Tirou a fantasia e foi encarar a realidade das famílias atingidas pelos deslizamentos de barrancos, inundações e demais transtornos ocasionados pelas chuvas. Passou a tarde e a noite atendendo ao povo carente, socorrendo, providenciando relocações, alojamentos, exercendo a solidariedade habitual, unindo forças com as equipes da Prefeitura que também estão empenhadas nesse socorro emergencial. (José Américo Castro).


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up