Giro Ipiaú

Jovem ipiauense ingressa na USP com perspectivas de tornar-se um grande profissional na medicina

Albert estuda medicina na USP

Fé, Autoconhecimento e Estratégia. É neste tripé que o jovem Albert Damasceno, 20 anos, se equilibra e vem obtendo prosperidade na vida. Com muito mérito ele foi aprovado em primeiro lugar na modalidade EP (Escola Pública) para o curso de Medicina na Universidade de São Paulo (USP) que é uma das mais importantes instituições de ensino superior e pesquisa da América Latina.

Albert é ex-funcionário do Hospital e Clínica São Roque

Natural de Ipiaú, filho de José Carlos Damasceno e Aldinea Silva, Albert iniciou sua trajetória no ensino fundamental quando foi medalhista de ouro duas vezes na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e começou a prestar o Enem em 2018. Desde então participou de todas as edições do concurso, realizando excelentes provas e obtendo os melhores resultados. Sua preparação para o Enem foi por conta própria, sem cursinhos, bolsas de estudo, ou coisa parecida.

Nesse período desenvolveu um método de estudo chamado “Pomodoro”, técnica italiana que segundo neurocientistas ajuda a descansar o cérebro e retirar o máximo de proveito da capacidade de atenção. Isso facilitou o sucesso da sua trajetória estudantil que durante dois anos consecutivos foi conciliada com o trabalho no Hospital e Clinica São Roque, onde fez bons amigos e recebeu a influência de excelentes profissionais da medicina.

A boa classificação de Albert no Enem de 2020 lhe proporcionou o ingresso no mundo acadêmico. Chegou a ser aprovado em Medicina em três universidades públicas: UESB, UFBA e USP, optando por esta que é responsável por uma proporção significativa dos títulos de Mestrado e Doutorado do Brasil.

Na USP

Foto: Reprodução

O descortinar de novas oportunidades impôs ao jovem Albert algumas mudanças. Deixou a companhia da mãe Néia Silva e da avó Darcy, para residir na Cidade Universitária da USP, localizada no bairro do Butantã na capital paulista. O espaço com mais de 3,7 milhões de metros quadrados, concentra a maioria das unidades de ensino, pesquisa e extensão da universidade. No novo endereço Albert intensificou sua dedicação aos estudos e segue firme em busca do objetivo de especializa-se em Cardiologia e Cirurgia Geral.

Albert e dr Roberto Vieira

Do ex-funcionário, hoje acadêmico e futuro colega, o fundador do Hospital e Clínica São Roque, Dr. Roberto Vieira diz: “Albert é um cara simples, inteligente, pontual, interessado e extremamente organizado. Vai ser um excelente médico e elevar o nome de Ipiaú”.

A reciproca não poderia deixar de ser verdadeira. Albert demonstra gratidão e diz: “Aprendi admirar o Dr. Roberto pela sua visão como ser humano, empresário e médico, emprega vários jovens dando a oportunidade em alguns casos a seu primeiro emprego. Sou grato pela sua confiança e por ter feito parte desse centro de referência em saúde na região”.

Profissional do futuro

Diz o povo que o futuro a Deus pertence, mas sabemos que “o homem é quem faz a história”. Albert vem fazendo a sua história com muita determinação e fé. Certamente encontrará o lugar que merece entre os grandes profissionais do futuro. Não demora muito para que em terras distantes a ciência teça referencias positivas ao menino nascido na Clínica São Roque, cujo prenome é o mesmo de um grande gênio da humanidade: Albert Eiensteim. Nosso Albert tem tudo para crescer e fazer, junto com ele o nome de Ipiaú aparecer ao mundo. Em tempo: As pessoas que se interessarem em contribuir para a continuidade da sua trajetória acadêmica, segue abaixo as informações de contato. Email: [email protected] (chave pix) e Instagram: _a.l.b.e.r.t.h._

*Texto José Américo Castro/Giro Ipiaú


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up