Giro Ipiaú

Pais solicitam exumação de corpo de bebê trocado em hospital de Itabuna

Casal de Itabuna sepultou filho de casal de Ipiaú

Os casais que tiveram os corpos dos bebês trocados na maternidade do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, falaram sobre a situação nesta segunda-feira (17). O caso é investigado pela Polícia Civil e a unidade médica assumiu o erro nos procedimentos.

Os pais decidiram pedir a exumação do corpo de uma das crianças que já foi enterrada. O pedido judicial foi feito por um advogado contratado pelas famílias. O casal Jociel da Paixão e Vanúzia Reis são moradores da cidade de Ipiaú e estavam com o filho internado há 45 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do hospital. No sábado (15), os dois receberam a notícia de que o filho deles, Jailson, havia morrido.

Casal de Ipiaú busca enterrar o verdadeiro filho

Ao chegar no hospital, eles não reconheceram o corpo do filho, nem a identificação que constava na etiqueta. O corpo da criança que o hospital queria entregar a eles, na verdade, era o filho de Leandro Dias de Sá e Jocélia da Hora Pereira, o pequeno João Miguel.

O corpo do bebê Jailson já havia sido liberado antes, de forma errada, a Jocélia e Leandro. Como a suspeita era de que o filho verdadeiro deles, João Miguel, tivesse morrido com suspeita de Covid-19, os pais não puderam ter contato com a criança para fazer o reconhecimento, então o corpo foi entregue a eles em um caixão já lacrado. Assista a reportagem do Bahia Meio-Dia


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up