Giro Ipiaú

Moradores de Itabuna são vítimas de golpe da “Carta de Crédito Contemplada”

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

O sonho da casa própria ou um veículo com uma suposta facilidade para o pagamento tornou-se um verdadeiro pesadelo para moradores de Itabuna. Eles descobriram que caíram no golpe da “carta de crédito contemplada” ofertada por uma empresa de fachada, instalada no centro da cidade no ano passado. Pelo menos 15 vítimas já procuraram à polícia para contar a história com roteiro parecido. O prejuízo pode ultrapassar os R$ 200 mil.

As vítimas viram o anúncio na Internet e fizeram o contato com os supostos representantes da empresa. Foram convencidos pelos golpistas que a oferta era real, oportunidade única de mercado. Os golpistas prometiam que o negócio seria concluído sem a burocracia exigida pelos bancos e com a “entrega rápida dos bens adquiridos”.

Até esta segunda-feira (24), foram registrados 15 boletins de ocorrência. Uma das vítimas contou que os golpistas ofereceram um carro no valor de R$ 13 mil. Disseram para a vítima que deveria adiantar o pagamento de R$ 2.200 em uma oferta única. O homem, que que acreditava fazer negócios com pessoas honestas, exigiu e recebeu um “contrato” que supostamente garantia a entrega do veículo poucos dias depois da assinatura do “documento”.

O pagamento foi feito em novembro e a entrega da “carta de crédito contemplada” seria em dezembro. Os golpistas disseram que no dia 5 de dezembro entregaria o veículo. Mas a data prometida venceu e os bandidos alegaram que estavam procurando o carro desejado. Cinco dias depois disseram que estavam resolvendo. No dia 15 do mês passado a vítima não conseguiu mais contato com os representantes da suposta empresa.

Ele foi até o escritório da “empresa” e descobriu que as três pessoas que se apresentavam como empresários tinham limpado as gavetas e desaparecidos. Outra vítima, Alessandro Silva dos Santos, que sonhava em realizar o sonho da casa própria conta que perdeu R$ 5 mil. Outras 13 vítimas caíram no mesmo golpe e perderam as suas economias.

A polícia descobriu que os marginais chegaram em Itabuna no segundo semestre do ano passado e que eles não ficam por muito tempo na mesma cidade. As suspeitas são de que os golpistas são de Jequié, Salvador e Simões Filho. Um dos bandidos já tem passagem pela polícia. *Com informações da TV Santa Cruz


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

Scroll Up