Giro Ipiaú

Sesab ainda não prevê flexibilização do uso de máscaras na Bahia

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Diferentemente de outros locais em que o uso de máscaras foi flexibilizado, a Bahia não prevê nenhuma alteração nos decretos estaduais a fim de conceber medidas parecidas. A não-cobrança do equipamento de proteção individual foi anunciada pelo Rio de Janeiro no início da semana e, nesta quinta-feira (10), ao menos onze capitais haviam seguido o anúncio ou marcado uma data para que a decisão passasse a vigorar.

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), que monitora a evolução da Covid-19, no entanto, vê com preocupação a quantidade de casos da doença, que alcançou uma marca de 3 mil casos ativos (saiba mais aqui), de acordo com o boletim epidemiológico divulgado na noite de quarta (9). O número segue em trajetória descendente e caiu para 2,8 mil casos nesta quinta.

“O Comitê de Emergências em Saúde se reúne semanalmente para avaliar as medidas e leva em consideração pessoas internadas em leitos clínicos e de UTI, além da falta de uma taxa de cobertura vacinal homogênea. Levando-se em conta todas essas variantes, no momento, a obrigatoriedade do uso de máscaras permanece em vigor”, ressaltou a Sesab em uma nota enviada ao Bahia Notícias.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também