Giro Ipiaú

Ipiaú sediará a Iª Copa de Marcha do Cavalo Mangalarga

Evento acontece nesta sexta e sábado

Neste final de semana, sexta-feira, 18, e sábado, 19, acontece em Ipiaú a Iª Copa de Marcha do Cavalo Mangalarga Marchador. A competição será realizada no Parque de Exposição José Thiara, através do Haras GAD, com a chancela da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) e o apoio da Prefeitura Municipal. A entrada será livre para o público e as provas ocorrerão das 8 às 22 horas.

Cerca de 150 animais, provenientes de haras das diversas regiões da Bahia, estarão envolvidos na disputa que será dividida em 11 categorias e duas modalidades: marcha batida e marcha picada. Na sexta-feira estarão competindo os cavalos e no sábado as éguas. Em ambas competições serão alternadas marcha batida e picada. O julgamento das provas ficará a cargo do arbitro Fabiano de Abreu Bitencourt.

Características da raça

A raça Mangalarga Marchador é tipicamente brasileira e surgiu no Sul de Minas, através do cruzamento de cavalos da raça Alter – trazidos da Coudelaria de Alter do Chão, em Portugal – com outros cavalos selecionados pelos criadores daquela região mineira. É um animal de temperamento dócil, adestramento fácil e rápido e com capacidade de percorrer longas distancias. Pode ser criado somente em regime de pasto, diminuindo os custos de manutenção.

O mangalarga apresenta cabeça triangular e pescoço piramidal, tronco forte com costelas bem arqueadas. – Nos membros os tendões são vigorosos e bem delineados. Tem altura mínima de 1,47 e máxima de 1,57, sendo 1,52 a altura ideal. Na região do Vale do Rio das Contas os principais criadores da raça são: Eraldo Júnior – Haras GAD de Ipiaú; Caique Gutierres – Haras Clozinho/Ubaitaba; Petter Souza – Haras FNP/Ibirataia e Elio Cruz – Haras Rio Azul/Jequié. (GIRO/José Américo Castro)


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também