Giro Ipiaú

Cantora baiana sofre ameaças e perde contratos após derrotar Maiara e Maraisa na Justiça

Foto: Reprodução

A cantora Daisy Soares viu sua vida virar do avesso após vencer disputa judicial contra a dupla Maiara e Maraisa e herdeiros da cantora Marília Mendonça, que foram impedidos de usarem o título “As Patroas”. A baiana, que é cantora de forró, possui o registro do título ‘A Patroa’ desde 2017.

De acordo com o jornal EXTRA, desde que a notícia da briga judicial ganhou os holofotes, a banda de Daisy teve o perfil no Instagram derrubado e a artista disse que pressões estão sendo feitas a contratantes da banda de forró.

A queda do perfil na rede social, por conta das denúncias irregulares, também a impediu de fazer contatos diretos com outros contratantes e divulgar o trabalho.

“Esse São João está longe do nosso ideal de shows. É um prejuízo grande, uma loucura. Em anos anteriores, um mês antes de junho já sabíamos toda a nossa rota. Eu paguei por esse registro, eu investi nisso, tive a ideia de registrar primeiro. Estou sendo prejudicada por ter ido atrás de um direito meu”, disse a cantora em entrevista para o portal.

De acordo com Daisy, quando soube da tentativa de registro do nome por parte do empresário das sertanejas entrou em contato para poder resolver a situação. Ainda de acordo com a baiana, nas reuniões que fizeram com as artistas e empresários nada de concreto ficou acordado.

Na decisão de 8 de junho de 2022, o juiz substituto Argemiro de Azevedo Dutra decidiu a favor de Daisy sob pena de multa de R$ 100 mil por cada transgressão.

“Determino que as rés se abstenham de utilizarem, a qualquer pretexto, a marca registrada de titularidade da autora ‘A Patroa’, seja na forma singular ou plural, em quaisquer serviços, produtos comercializados, publicidades, por meio físico ou virtual (…)”, disse o magistrado. *Com informações do Bahia Notícias


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também