Giro Ipiaú

Morre aos 96 anos o ex-comerciante Nel Matos, fundador da Casa Vitória

Foto: Arquivo Familiar

Faleceu às 19 horas dessa sexta-feira, 29, no Hospital Cárdio Pulmonar, em Salvador, o comerciante aposentado Manoel Matos que era mais conhecido como “Nel Matos”, proprietário da antiga Casa Vitória, um dos estabelecimentos mais famosos do comércio varejista de Ipiaú.

Ele tinha 96 anos e foi vitimado por uma embolia pulmonar, sete dias depois de ter sido submetido a uma cirurgia, a vídeo, para selar uma fratura do fêmur da perna esquerda, decorrente de uma queda sofrida em sua residência, na Rua Silva Jardim, em Ipiaú.

Foto: Arquivo Familiar

O corpo foi velado neste sábado (30) na PIB de Rio Novo e o sepultamento ocorrerá no Cemitério da Saudade, também conhecido como Cemitério Velho, em Ipiaú. Seu Nel era natural de Ubaíra, antiga Areia, no Vale do Jiquiriçá, foi casado com dona Eunice Correia Matos, já falecida, com a qual gerou 11 filhos que lhes deram 25 netos e oito bisnetos.

Reconhecendo os relevantes serviços prestados ao município de Ipiaú, a Câmara de Vereadores lhe concedeu título de cidadania ipiauense, do qual ele muito se honrava. Seu Nel era frequentador da Primeira Igreja Batista (Pib) de Rio Novo, um dos fundadores da Loja Maçônica de Ipiaú e um bom torcedor do Vasco da Gama.

CASA VITÓRIA

Foto: Arquivo Familiar

Na história do comércio varejista de Ipiaú existe um capitulo garantido à tradicional CASA VITÓRIA e ao seu fundador Manoel Matos (Nel). O estabelecimento teve sua origem na zona rural, precisamente na Fazenda Baixa Alegre, mas na segunda metade da década de 1950 foi transferido para a Rua Dois de Julho, onde permaneceu por várias décadas, até 2020.

Bom atendimento, boas ofertas, pronta entrega e a qualidade da mercadoria foram fatores que contribuíram para que as empresas cativassem uma freguesia fiel e constante.

Empresa de cunho familiar, a Casa Vitória sempre teve no quadro de seus funcionários os próprios filhos de Nel Matos e alguns parentes mais próximos, a exemplo do seu cunhado Samuel Peteca, figura que entrou no folclore da cidade pela criatividade e bom humor. Da Casa Vitória originaram-se outros estabelecimentos comerciais geridos pelos filhos de Nel.

Título de Cidadão Ipiauense

Reconhecendo os relevantes serviços prestados ao município de Ipiaú, a Câmara de Vereadores lhe concedeu título de cidadania ipiauense. Nel Matos fica na história de Ipiaú como um dos mais importantes ícones do comercio varejista.

Deixa um legado de trabalho e honradez, além de um solido patrimônio material. Quando alguém lhe perguntava qual era o segredo do seu sucesso, ele prontamente respondia: “Eu sempre fui muito controlado”.

No elenco dos antigos fregueses da casa estavam o escritor Euclides Neto, o médico Salvador da Matta, o comerciante Pedro Cardoso, o fazendeiro João Magalhães Neto e tantas outras celebridades que muito contribuíram com o progresso de Ipiaú. (Giro-José Américo Castro)


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também